(…) um pouco sobre mim (03/08/14)

(…)
E, como você deve ter percebido, eu aprendi que esses momentos de sorte na vida são o seu destino se apresentando. Na verdade aprendi a ler os sinais do destino o tempo todo. Mas o destino abre a porta, você é quem percorre o caminho. Acordando cedo, investindo energia, se dedicando à pessoas, se abrindo para experiências novas, indo toda semana onde tem que ir… Dentro de cada porta está escondida a próxima porta. Se você não se dedica, você não encontra a próxima porta e não avança na vida.

Também é preciso abrir espaço para o novo. Quando não encerramos processos, quando não nos afastamos daquilo que já não nos serve, nos mantemos entupidos. Cada vez que me afastei de uma atividade que já tinha me ensinado tudo que eu tinha que aprender, uma nova repleta de sabedoria veio assumir seu lugar. Não podemos prever pra onde vamos, nem controlar porque isso diminui a sua abertura para as portas do destino. Mas também não podemos ficar apegados ao antigo porque isso não abre espaço para o novo. É tudo fluxo. É tudo energia. E precisamos encerrar aquilo que começamos de alguma maneira. É preciso cumprir etapas para abrir novas portas. Por isso vou me formar. Já sei que não vou trabalhar com isso mas mal posso esperar para abrir esse espaço ENORME que é tomado pela faculdade dentro de mim há 8 anos.

Todas as oportunidades que eu tive, eu cultivei. As que eu não cultivei, não eram pra ser cultivadas. Cada um tem seu próprio destino e este abre as portas para quem sabe encontrá-las. O que é meu, é meu. O que é seu, só você sabe.

Pare de se sentir injustiçada perante a mim. Se aproprie do seu processo. Da sua vida. Corra atrás daquilo que te move e me liberte de toda essa raiva que você tem por não olhar pra dentro e perceber que essa raiva é de você mesma. Não tente viver o que eu vivi. Não foi fácil e eu só aguentei porque faz parte do meu destino que me abriu muitas portas de recuperação depois. Muitas pessoas passam por coisas parecidas e não se recuperam jamais. Não queira viver um destino que não é seu. Não queira sentir a vergonha do atraso, o julgar-se incapaz, sentir-se perdida perante o mundo. Você não tem que viver as minhas dificuldades se puder ser um pouco mais humilde para reconhecer os limites do que é meu e o que é seu.
Cumpra essa etapa da sua vida. Abra esse espaço. Seu destino é só seu.
(…)

Leave a Reply

Your email address will not be published.