quando eles não conseguem te atingir

Neste tempo de ascensão planetária, estamos sempre na dualidade entre a luz e a sombra. Aprende-se muito com a sombra, é verdade. Estou falando de entidades, energias negativas que se alimentam da nossa energia.

Neste tempo de ascensão planetária, estamos sempre na dualidade entre a luz e a sombra. Aprende-se muito com a sombra, é verdade. Estou falando de entidades, energias negativas que se alimentam da nossa energia.

Aprende-se muito com elas porque elas entram aonde tem alguma fraqueza. Onde tem alguma lição a se aprender. E ficam ali sugando até o dia em que tomamos consciência desse escape e corrigimos aquilo dentro de nós mesmos que estava abrindo o portão.

Os primeiros momentos dessa dinâmica de auto correção e libertação da entidade são bastante importantes porque ela não vai sem brigar. Vai encher o saco, tentar te pegar de novo e de novo de qualquer jeito. Testar se a lição está bem aprendida. Se pensarmos, por mais chato que seja, isso até nos fortalece mesmo! Porque martelamos na tecla vez após outra.

O negócio é arisco, porque vamos ficando mais fortes, enfraquecendo a conexão e nos desconectando. À partir daí, ela vai tentar abaixar sua vibração através de outras pessoas! Vai usar pessoas que são menos conscientes e mais fáceis de manipular mas que tem como te jogar uma energia, te influenciar de alguma forma. Isso tudo para te balançar, para ver se você cai no padrão antigo.

Recentemente cortei com uma entidade que estava comigo há alguns anos. Chata demais!! Mas ela entrava por suprir algumas fraquezas minhas: minha carência e solidão em mim mesma, falta de amor próprio e tendência de colocar o meu poder na mão do outro. Ela achou a fonte de energia perfeita para se instalar, falar, guiar, transtornar, abusar, manipular… Até eu tomar consciência e começar a trabalhar muito meu amor próprio e retomar meu poder! Com a retomada do meu poder, me sinto bem mais tranquila em estar só e menos carente também. Tenho estudado bastante sobre Co-Dependência!

Ela entrou através de alguma permissão insconsciente dada há muitos anos atrás! Eu já sou tão diferente mas pude reconhecer as fraquezas ainda. Agora estou cada vez mais forte, ancorada em mim mesma e no meu propósito. Forte para dirigir a mim mesma novamente.

Mesmo assim, não deixou de agir através da minha irmã. Provocando uma noite de negatividade para tentar me tirar das práticas matinais (O Milagre da Manhã – Hal Elrod) que de fato tem feito milagres na minha recuperação emocional, mental e espiritual.

Tenha em mente sempre que na desconexão com entidades, coisas estranhas podem acontecer ao seu redor. Não se deixe abalar!! Ria na cara da negatividade, da sociedade e de todos que ainda são tão mesquinhos a ficar presos em suas vidinhas e afetam o outro por não ter nada melhor pra viver.

Aprende-se muito com elas porque elas entram aonde tem alguma fraqueza. Onde tem alguma lição a se aprender. E ficam ali sugando até o dia em que tomamos consciência desse escape e corrigimos aquilo dentro de nós mesmos que estava abrindo o portão.

Os primeiros momentos dessa dinâmica de auto correção e libertação da entidade são bastante importantes porque ela tem não vai sem brigar. Vai encher o saco, tentar te pegar de novo e de novo de qualquer jeito. Testar se a lição está bem aprendida. Se pensarmos, por mais chato que seja, isso até nos fortalece mesmo! Porque martelamos na tecla vez após outra.

O negócio é arisco, porque vamos ficando mais fortes, enfraquecendo a conexão e nos desconectando. À partir daí, ela vai tentar abaixar sua vibração através de outras pessoas! Vai usar pessoas que são menos conscientes e mais fáceis de manipular mas que tem como te jogar uma energia, te influenciar de alguma forma. Isso tudo para te balançar, para ver se você cai no padrão antigo.

Recentemente cortei com uma entidade que estava comigo há alguns anos. Chata demais!! Mas ela entrava por suprir algumas fraquezas minhas: minha carência e solidão em mim mesma, falta de amor próprio e tendência de colocar o meu poder na mão do outro. Ela achou a fonte de energia perfeita para se instalar, falar, guiar, transtornar, abusar, manipular… Até eu tomar consciência e começar a trabalhar muito meu amor próprio e retomar meu poder! Com a retomada do meu poder, me sinto bem mais tranquila em estar só e menos carente também. Tenho estudado bastante sobre Co-Dependência!

Ela entrou através de alguma permissão insconsciente dada há muitos anos atrás! Agora estou cada vez mais forte, ancorada em mim mesma e no meu propósito. Forte para dirigir a mim mesma novamente.

Mesmo assim, não deixou de agir através da minha irmã. Provocando uma noite de negatividade para tentar me tirar das práticas matinais (O Milagre da Manhã – Hal Elrod) que de fato tem feito milagres na minha recuperação emocional, mental e espiritual. Mas não adiantou porque quando estamos nos amando e queremos nosso melhor, nosso senso de disciplina e respeito próprio no move pra frente!

Leave a Reply

Your email address will not be published.