Compromisso de Compartilhar

Passei dois anos viajando, vivendo milagres, vivendo a vida mais maravilhosa que eu podia imaginar para um ser humano viver. Passei um ano vivendo em uma montanha na África, imersa no meio da floresta mais antiga e sagrada do continente. Em uma comunidade com 300 das pessoas mais maravilhosas que já conheci. Todos que moravam ali, tinham muita magia para compartilhar, cerimônias, xamãs, artistas, permacultores, pessoas profundamente do bem.

Todo dia eu aprendia alguma coisa nova. Todo dia eram lições sobre o que é ser humano não envenenado. Que come comida boa, respira ar puro, água da chuva sem nenhuma química, está em território e tribo, com bastante espaço pra si, imerso em silêncio e paz. A experiência humana é outra, a qualidade energética, mental, emocional e espiritual da vida é elevada à níveis ancestrais, quando todos na terra ainda usufruíam de condições naturais assim.

Compreendi muito sobre o que é esse planeta. O que é de fato a vida aqui e como ela poderia / deveria ser em condições ideias. E fui aprendendo, aprendendo, aprendendo… Mas não compartilhei. Não escrevi uma linha sequer. Não fiz um vídeo. Não tirei uma foto. Eu achava que eu não estava pronta, que eu estava quase mas ainda não estava pronta… Eu imaginava um estado que eu queria atingir de preparo (perfeição?) antes de começar a compartilhar…

No final, tudo foi por um caminho inesperado e fiquei sem nada para mostrar do que foi vivido e experimentado. Sinceramente, nem dentro de mim eu lembro… É como se todo aquele conhecimento que estava me sendo dado, foi retirado! Magia pura.

Bem, aprendi minha lição. E agora estou comprometida à compartilhar todos os meus aprendizados diários por mais ridículos que eles sejam porque sempre pode servir pra alguém, certo?

Todo dia vou sentar e escrever alguma coisa para nunca mais cometer esse erro de deixar a vida passar só pra mim. Compartilhar! Estou tudo menos pronta mas é isso aí mesmo. Vamo indo…

Leave a Reply

Your email address will not be published.